Marcadores

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

10 razões porque assisti o festival promessas da Rede Globo







        Tenho acompanhado a repercussão na mídia, especialmente, na internet nos últimos dias sobre o “Festival Promessas”, apresentado pela Rede Globo que fez parte da sua programação especial de final de ano. Todavia, fiquei bastante surpreso ao ver que um bom número de cristãos evangélicos não ficou satisfeito com a apresentação do referido programa, alegando, entre outras razões, que a Globo é demoníaca, que só visa vender CDs ao público evangélico, que os cantores evangélicos são mercenários e por ai vai. No entanto, particularmente assisti o referido festival, não vejo nenhuma razão convincente para não tê-lo assistido. Elenquei 10 razões óbvias que me levaram a assistir o citado programa, senão vejamos:
1. O nome do Senhor foi exaltado. Acompanhei a programação e durante toda a sua apresentação não vi nem ouvi nenhuma menção a outro nome, a não ser o nome glorioso de Jesus Cristo, o filho de Deus. Não ouvi menção de nomes de santos, mediadores, mediadoras, guias, espíritos iluminados etc., nada disso, somente o nome do Senhor Jesus Cristo. Em nenhum momento a minha fé Cristã foi abalada ou enfraquecida, pelo contrário. Portanto, esta me parece ser uma razão óbvia para assistir o “Festival Promessas” – o simples fato do nome do Senhor ser exaltado, louvado e adorado.
2. Novas vidas foram alcançadas. Acredito também que a apresentação do programa através da Rede Globo permitiu acesso a um público estranho à igreja e ao evangelho. Imagine quantas pessoas foram alcançadas, que ouviram falar de Jesus quem sabe até pela primeira vez. Pensem nisso! Não ocupar um espaço como este, seria o mesmo que não aproveitar as extensas vias públicas do império romano para expandir o evangelho, como fizeram os nossos pais na fé. Vem-me a memória o texto de Paulo: “Fiz-me como fraco para os fracos, para ganhar os fracos. Fiz-me tudo para todos, para por todos os meios chegar a salvar alguns.” (1Co 9:22)
3. Nós ainda estamos no mundo. Outro argumento apresentado pelos contrários, dizem que a programação da Globo promove o mundanismo, homossexualismo, prostituição, etc. Tudo bem, quanto a isto eu também concordo, particularmente, não assisto a sua programação, com algumas exceções, considero um verdadeiro lixo cultural. Todavia, uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. O fato de a Rede Globo ser mundana, não significa dizer que podemos desprezar o seu potencial de alcance em termos de mídia. Afinal, vamos lembrar das palavras de Jesus: “Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal.”(Jo 17:15). Entenderam! Não vamos querer bancar agora de santarrões, porque nós ainda estamos no mundo e temos que interagir com o mesmo, sem perdermos a nossa identidade e essência, obviamente.
4. A Rede Globo não é melhor nem pior que as demais emissoras de televisão. Outro aspecto,  para ser refletido por aqueles que dizem que a Rede Globo é mundana, apresentem-me outra emissora que não seja igualmente mundana: Record(Só Jesus na causa), REDETV(misericórdia), são todas iguais ou até piores, então este argumento também não procede!
5. Uma porta que Deus abriu. Um espaço para se louvar e adorar a Deus, propagar o reino de Deus, sem citar placa denominacional, privilegiar determinado seguimento etc., só pode ser mesmo uma porta aberta por Deus, mas fico pensando não será esta a verdadeira motivação de muitos que estão criticando...
6. Não devemos colocar a luz sob a mesa, mas em um lugar visível. Esta me parece ser outra exortação de Jesus, não é mesmo! No momento que o Evangelho é propagado pela principal emissora de televisão do país, vejo se cumprindo esta palavra, ou seja, a lâmpada está sendo colocada sobre a mesa e não o contrário como querem alguns.
7. Demonstra respeito  e reconhecimento à Igreja Evangélica - Um seguimento que foi tão marginalizado e perseguido no Brasil. Isto também precisa ser analisado, por décadas  a Rede Globo só fez menções negativas sobre as igrejas evangélicas no Brasil. Ao passo, que promovia e exaltava o espiritismo e catolicismo, entre outras crenças. Então, quando a mesma passa a divulgar por um prisma positivo a igreja evangélica, vejo como um sinal de reconhecimento e respeito ao crescimento e trabalho desenvolvido pelas nossas igrejas. Isto é fruto de uma árdua semeadura.
8. Devemos ocupar todos os espaços – inclusive a Televisão. Sim, devemos ocupar todos os meios e espaços possíveis para propagação das boas novas. As demais religiões do mundo, especialmente, os mulçumanos estão dispostos a todos os sacrifícios para difundirem a sua fé. E nós o que estamos fazendo. Portanto, levar o Evangelho para a mídia televisada é oportuno e necessário!
9. Aponta para o futuro, é profético – Jesus reina sobre o Brasil. Num passado próximo isto seria inimaginável, não é verdade. Quem imaginaria em sã consciência que a Rede Globo um dia transmitiria um evento evangélico! É mas os tempos mudaram, graças a Deus! E acredito que ela se abrirá progressivamente ao evangelho, por Jesus reina nesta nação! É profético!
10. Por fim, não posso colocar-me na condição de juiz. Sinceramente, eu sei que há vários interesses envolvidos, não sou tão inocente assim. Obviamente a Rede Globo quer lucros sim, toda empresa vive de lucros; os cantores querem vender CDs, sim, isto é óbvio, afinal, eles sobrevivem disso, ou não? Alguém esta disposto a abrir do seu salário no final do mês? Duvido!  Todavia, a despeito de todos estes argumentos eu não posso colocar-me na posição de juiz dos meus irmãos. Deixando que cada um preste conta de si mesmo. Lembrando que os interesses secundários não tiram o brilho do interesse maior que é de Deus – alcançar o máximo possível de almas para o seu reino eterno. Inclusive, fazendo uso da maior rede de televisão aberta do Brasil – a Rede Globo de Televisão.
                Não tenho nenhuma intenção em polemizar, mas esta é a minha modesta e sincera opinião. Fiquem na paz! E que o Espírito do Senhor nos oriente em tudo!

Um comentário: