Marcadores

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

NÃO SOMOS DESCARTÁVEIS


NÃO SOMOS DESCARTÁVEIS

"A cana rachada não quebrará, nem apagará o pavio que fumega".(Is.42.3a)


Quero através deste artigo chamar a atenção dos leitores sobre a cultura do descartável e como isto tem afetado os relacionamentos interpessoais, bem como refletir sobre o impacto destas coisas na sociedade como um todo e quanto isto vai de encontro com a Palavra de Deus que nos projetou com um propósito claro e definido – somos insubstituíveis e únicos para Ele, conforme podemos evidenciar em várias textos bíblicos no Antigo e também no Novo Testamento.
Nos dias ordiendos a cultura do descartável tomou conta dos bens de consumo. Outrora, as coisas eram feitas com o objetivo de durabilidade, as coisas duravam a vida toda, e mesmo quando havia um ou outro problema técnico logo se levava a uma oficina para se consertar o defeito dando ao objeto uma longa sobrevida. Hoje não, as coisas mudaram muito! As coisas são feitas com o propósito de serem descartadas. Houve uma substituição das matérias primas que por um lado trouxe um barateamenteo sobre os bens de consumo, mas que por outro lado também tornaram-nos sem qualquer durabilidade. Isto é vantajoso à economia de consumo que vende cada vez mais, produzindo objetos relativamente acessíveis, mas sem qualidade nenhuma. Normalmente, mesmo quando se quer consertar um objeto danificado não compensa, pois o preço de conserto corresponde quase que o preço de um novo, forçando o consumidor a optar pela compra de um novo.
Portanto, estamos diante da cultura do descartável. Tal cultura seria até tolerável se restrigisse-se apenas aos bens de consumo, todavia, tal cultura parece-me que tem impregnado os relacionamentos interpessoais. Hoje há uma tendência mundana de se descartar as pessoas. Comumente se diz você vale aquilo que tem no bolso. Tal raciocínio infelizmente apresenta um fundo de verdade, pois os relacionamentos estão cada vez mais superficiais, materialistas, interesseiros e consequentemente descartáveis. Ou seja, os amigos só são interessantes enquanto servem a um propósito materialista, os relacionamentos interpessoais tem se firmado sob a ótica do material e descartável.
Ao contrário do que acontecia na geração dos nossos avós e pais onde camento era para vida toda, infelizmente atualmente diante da primeira dificuldade os casamentos já estão se desfazendo, fato este que é comprovado pelo crescente número de divórcios registrados no País. Os amigos se perpetuavam ao longo da vida, as pessoas se reuniam às portas das suas casas para conversar, hoje sequer sabemos o nome de quem mora ao nosso lado.
Todavia, se a cultura do descartável tem influenciado os relacionamentos humanos, Deus jamais aderirá a esta cultura malfadada. Deus não nos trata jamais como descartáveis. Antes está sempre disposto a nos restaurar. Isto é evidenciado em toda a Bíblia, por exemplo, podemos ver isto no plano de salvação, onde o homem desobedeceu a Deus, perdeu a sua condição privilegiada no Jardim do Èden, mas mesmo assim o Senhor traçou um plano para restaurar a sorte da sua criação, entregando aquilo que havia de mais precioso para a restauração do ser humano, seu único filho Jesus Cristo que morreu na cruz do calvário pela salvação da humanidade.
Quem se interessaria por uma cana rachada, ou um pavio fumegante, ninguém, a não ser Deus. É o que podemos evidenciar no texto de Isaias 42.3, onde o profetada declara que o Senhor não quebrará a cana quebrada nem apagará o pavio que fumega, ou seja, Deus mesmo quando estamos quebrados, desacreditados, ele está disposto a nos dar mais uma chance a nos restaurar. Quando ninguém mais acredita, Deus ainda acredita. Quando todos condenarem, Deus ainda justifica.

Enfim, como você se sente neste momento, está se sentido abatido, enfermo, desacreditado, saiba que o Senhor está disposto a lhe restaurar. Ele não desiste de nenhum filho Dele, conforme Ele mesmo declarou: " O que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora"(Jo 6.37b). Você não está descartado. Deus tem um projeto lindo para a sua vida, não terminou ainda! Basta crer e o Senhor entrará com a sua mão restauradora em sua vida, Acredite!

Nenhum comentário:

Postar um comentário